A Armada Imperial Brasileira

0
133

Como era chamada a Marinha do Brasil à época do Império (1822 – 1889), foi em algum momento da Era de Ouro do Império (1870 – 1889) a 4ª maior e 2ª mais poderosa marinha do mundo, possuindo os mais poderosos navios de guerra do hemisfério ocidental.

A Armada Imperial atuou em várias guerras e conflitos internacionais como a Guerra da Independência (1822 – 1824), a Guerra da Cisplatina (1825 – 1828), a Guerra dos Farrapos ( 1835 – 1845), a Guerra do Prata (1851 – 1852), a Guerra do Uruguai (1864) e a Guerra do Paraguai (1864 – 1870).

A armada estava sendo constantemente modernizada com os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos de guerra naval. Adotou a navegação a vapor na década de 1830, a armadura de ferro na década de 1860 e os torpedos na década de 1880. Em 1889, o Império Brasileiro tinha a 5ª ou 6ª marinha mais poderosa do mundo e os navios de guerra mais poderosos do hemisfério ocidental.

A época, rankings de poderio militar eram muito acirrados devido às inovações tecnológicas das embarcações e seus armamentos. O fato é que os avanços da Armada Imperial permitiram ao Brasil permanecer entre as potências navais do mundo.

As mais famosas embarcações de guerra da Armada são os encouraçados de esquadra Riachuelo e Aquidabã (ambos dotados de tubos lança-torpedos) lançados em 1884 e 1885 respectivamente, considerados os mais avançados de seu tempo.

“Fizemos ‘a Europa curvar-se ante o Brasil’, porquanto o Riachuelo, ao ter a construção concluída na Inglaterra, em 1884, foi considerado pela opinião dos técnicos das nações marítimas mais adiantadas como um modelo em seu gênero, tais os aperfeiçoamentos que reunia.” -foi dito.

Com a Proclamação da República, os batalhões e regimentos, mesmo cheios de soldados leais ao império, compartilhavam os ideais da velha geração de líderes e tentaram restaurar a monarquia. As tentativas de uma restauração provaram-se inúteis e partidários do império foram executados, presos ou forçados a se aposentar.

Foi o fim da Armada Imperial Brasileira à 15 de novembro de 1889.

Foi reorganizada na Marinha do Brasil.

Autor do quadro ilustrado: Carlos Kirovsky Imagem: Encouraçado de Esquadra Riachuel

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS