Dom Pedro I casa-se com Amélia de Leuchtenberg

0
30

Dom Pedro I casa-se com Amélia de Leuchtenberg no dia 17 de outubro de 1829 em Igreja Nossa Senhora do Monte do Carmo.

Em 16 de Outubro chega ao Brasil a Duquesa de Leuchtenberg, Amélie Auguste Eugénie Napoléone de Beauharnais, filha do Príncipe Eugène de Beauharnais, enteado de Napoleão I, e da Princesa Augusta da Baviera. A Duquesa desembarcou no Brasil acompanhada da Rainha Dona Maria II após sua estada na Inglaterra. O casamento com Dona Amélia ocorreu na Capela Imperial no dia seguinte ao desembarque. Após o casamento foram realizadas cerimônias públicas de fogos de artifício e um banquete de gala e Dom Pedro I criou a Ordem da Rosa em homenagem à Imperatriz com os dizeres “Amor e Fidelidade”.

A Imperatriz Amélia era de “nobreza napoleônica” não reconhecida em muitas monarquias restauradas na Europa e sua família necessitava deste casamento para se posicionar, já o Imperador que sofreu uma série de difamações na Europa devido ao seu relacionamento com a Marquesa de Santos, do suposto ataque à Imperatriz Leopoldina e de seu posicionamento liberal não tinha muitas chances de encontrar um Princesa de Sangue Real com todas as qualidades que desejava, porém Dona Amélia era uma das princesas mais belas na Europa, mais bem educadas, virtuosas e refinadas e assim que a viu Dom Pedro se apaixonou.

Imagem: Segundas núpcias do Imperador Dom Pedro I, Debret, 1829.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS