Dom Pedro I é aclamado Imperador

0
32

12 de outubro de 1822 em Rio de Janeiro.

Em 12 e Outubro no Campo de Santana o Príncipe Regente é aclamado por uma multidão incalculável, como citam os registros da época.

Um grande cortejo composto pelas carruagens do Imperador e outras duas com autoridades e seus camaristas, a guarda de honra de soldados paulistas e fluminenses e oito batedores saíram do Paço de São Cristóvão e seguiram para o palacete especialmente construído para a ocasião no meio do Campo de Santana. Lá, com toda nobreza e autoridades civis, militares e eclesiásticas, o Presidente do Senado da Câmara constatando o desejo universal ofereceu os títulos de Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil à Dom Pedro e com sua aceitação seguiu-se a aclamação legal e solene e esta seguida por vivas do povo abaixo. Dom Pedro I chorou de emoção assim como vários dos populares que o aclamavam.

Cento e um tiros de canhão foram disparados e de lá o cortejo segui para um Te Deum na Capela Imperial, o Imperador seguiu a pé acompanhado pela multidão e seu séquito de autoridades e nobres passando por arcos triunfais construídos para a cerimônia enquanto das casas flores eram atiradas.

Imagem: A Aclamação de Dom Pedro I, Debret, 1822.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS