Dona Januária casa-se com o Conde de Áquila

0
24

Dona Januária casa-se com o Conde de Áquila no dia 28 de abril de 1844 em Rio de Janeiro.

A negociação de casamento entre o Imperador Dom Pedro II e a Princesa Teresa Cristina das Duas Sicílias também previa o casamento de sua irmã a Princesa Imperial, Dona Januária com um herdeiro da Casa Bourbon-Duas Sicílias, o escolhido foi um dos filhos mais novos do Rei Francisco I com sua esposa a Rainha Consorte, a Infanta Maria Isabel de Espanha, o Príncipe Luigi Carlo Maria Giuseppe das Duas Sicílias, o Conde de Áquila.

O casamento se deu em 28 de Abril na Capela Imperial. O Conde de Áquila e a Princesa Dona Januária partiram para Europa meses após em 22 de outubro residindo na em Nápoles.

A Princesa Imperial perdeu seu título com o nascimento primeiro filho de Dom Pedro II, o Príncipe Imperial Dom Alfonso Pedro.

O casal teve três filhos e uma filha, dos quais sobreviveram à idade adulta somente dois filhos, os Príncipes Luigi e Filippo, ambos com casamentos morganáticos, tendo descendência somente o primeiro com sua esposa Maria Amelia Bellow-Hamel y Penot e dando origem aos condes de Roccaguglielma, cuja linha masculina se extinguiu em 1968.

Com a queda de seu sobrinho-neto, o Rei Francisco II das Duas Sicílias em 1861 a Família Real se exila em Paris. Lá em 1897 falece o Conde de Áquila.

Em 13 de Março de 1901 a Condessa viúva de Áquila, Dona Januária falece em Nice.

Imagem: “Vice ammiraglio Luigi di Borbone conte d’Aquila”, Antonio Zenon, 1850.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS