É assinado o Tratado da Tríplice Aliança

É assinado o Tratado da Tríplice Aliança no dia 1 de maio de 1865.

O Império do Brasil assina o Tratado da Tríplice Aliança com a Argentina e o Uruguai contra o Paraguai em 1º de maio de 1865, uma vez que o Paraguai entrou em guerra contra os três Estados.

Na fase inicial as forças militares da Tríplice Aliança eram três vezes menores que as Paraguaias, porém tinham a vantagem da esquadra Brasileira já estar posicionada no Rio Prata devido a Guerra contra Aguirre. As tropas de López não encontraram dificuldade no Mato Grosso que estava desguarnecido de tropas e munições.

O Presidente da Argentina Bartolomeu Mitre teve inicialmente o comando supremo sobre as tropas da Tríplice Aliança e o Imperador para aumentar o contingente de seu exército, então com apenas 12 mil soldados, criou os Batalhões de Voluntários da Pátria em 7 de Janeiro de 1865. Os escravos que participassem dos batalhões ganhariam alforria, neste momento Dom Pedro II deu alforria a todos os seus escravos que trabalhavam nas Fazendas Imperiais para que lutassem e deu exemplo sendo o Primeiro Voluntário da Pátria, proferindo a frase “Se os políticos podem me impedir que siga como imperador, vou abdicar e seguir como voluntário da Pátria” quando o desaconselharam a juntar-se ao front. Ao todo o contingente de “Voluntários da Pátria” foi de 37 928 soldados.

Imagem: “retrato de Dom Pedro II”, Victor Meirelles, 1864, atualmente no MASP

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS