O dia que a cidade de Paris era finalmente libertada da ocupação alemã

0
30

25 de Agosto de 1944.

Neste dia a cidade de Paris era finalmente libertada da ocupação alemã.

Nos dias anteriores centenas de guerrilheiros pertencentes à Resistência Francesa tinham avançado contra os alemães nas ruas da cidade, trazendo o caos e dificultando muito as movimentações e as comunicações alemãs.

E na madrugada deste dia os primeiros elementos da 2ª Divisão Blindada Francesa, do General Philippe Leclerc, entravam nos subúrbios da cidade, com o restante da divisão avançando nas primeiras horas da manhã.

O General alemão Dietrich von Choltitz, comandante e governador militar de Paris, tinha ordens expressas de Adolf Hitler para destruir os principais pontos turísticos da cidade.

A Torre Eiffel seria demolida com 4 torpedos que tinham sido fixados nos seus pilares e cobertos por explosivos.

O Louvre, a Opera, e muitos outros edifícios históricos seriam também destruídos.

Todas as pontes sobre o rio Sena, incluindo as seculares, tinham sido preparadas para a demolição. Se fossem destruídas, o rio Sena transbordaria, inundando e destruindo grandes porções de Paris.

No entanto, após uma longa negociação com o Consul Geral da Suécia, Raoul Nordling, o General von Choltitz mudaria de idéia e decidiria não seguir as ordens.

No início da manhã deste dia o Chefe do Estado Maior alemão, o Marechal de Campo Wilhelm Keitel, atendendo à uma ordem de Hitler, telefonou para o quartel-general de von Choltitz no Hôtel Meurice e perguntou:

“Paris já está em chamas?”

Não obteve resposta.

Momentos depois o General von Choltitz entregava-se aos franceses, ordenando o fim de toda a resistência alemã na cidade.

Anos depois Choltitz daria uma entrevista na qual disse que:

“Aquela foi a única vez em que desobedeci uma ordem superior, e se o fiz foi porque tinha a certeza de que Hitler estava louco.”

No fim da manhã desse dia a 2ª Divisão Blindada e a 4ª Divisão de Infantaria dos EUA entravam na cidade, ocupando todos os edifícios governamentais e principais cruzamentos da capital.

O General Charles de Gaulle chegaria também nessa manhã, transferido a sede do governo provisório francês para o edifício do Ministério da Guerra.

E neste mesmo dia, em frente ao Hôtel de Ville, faria o seu famoso discurso no qual diria, dentre muitas outras coisas:

“Paris! Paris ultrajada! Paris quebrada! Paris martirizada! Mas Paris libertada!”

Parisienses comemorando a libertação da cidade no dia 25 de Agosto de 1944.

Oficiais alemães capturados em Paris no dia 25 de Agosto de 1944.

Multidão comemorando a libertação de Paris.

Soldados alemães capturados em Paris no dia 25 de Agosto de 1944.

O General Charles de Gaulle durante o seu discurso em frente ao Hôtel de Ville.

Oficiais alemães capturados em Paris no dia 25 de Agosto de 1944.


Fonte: Hoje na História da Segunda Guerra Mundial – Link: https://www.facebook.com/hojenasegundaguerramundial/?fref=ts 

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS