O poderoso ataque contra o monte Mamayev Kurgan

0
15

17 de Setembro de 1942.

Neste dia, na cidade de Stalingrado, os alemães lançavam um poderoso ataque contra o monte Mamayev Kurgan.

Tratava-se de uma grande elevação natural do terreno a partir do qual se tinha uma ampla e desimpedida visão de toda a cidade e do rio Volga. Era uma posição tremendamente vantajosa, por isso os soviéticos estavam dispostos a defendê-la a qualquer custo.

Essa decisão soviética resultaria numa das batalhas mais sangrentas de Stalingrado.

E neste dia, em concordância com essa estratégia, os soviéticos enviavam para o monte a 13º Divisão Soviética de Infantaria que conseguiria expulsar os alemães da região, no entanto, no dia seguinte sofreriam um duro contra ataque, resultando na morte de praticamente todos os mais de 10 mil soldados dessa divisão soviética.

Esse contra ataque iniciaria um período de batalhas brutais que acabariam por ceifar a vida de dezenas de milhares de soldados. A situação era tão desesperadora no monte que a expectativa de vida de um soldado soviético naquela zona era de apenas 48 horas.

A quantidade de projéteis lançados no monte foi tão grande que após a guerra os soviéticos encontraram mais de 1.000 estilhaços de aço por metro quadrado. Até os dias de hoje é possível encontrar pequenos fragmentos de aço e de ossos humanos na região.

Nesta fotografia podemos ver o Mamayev Kurgan na atualidade, com a estátua “A Pátria chama” no seu topo.

Fonte. Hoje na Segunda Guerra Mundial – Link: https://www.facebook.com/hojenasegundaguerramundial/

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS