O Príncipe Regente cria a Biblioteca Nacional do Brasil

0
8

29 de outubro de 1810 em Rio de Janeiro.

Com o acervo da Real Biblioteca de Ajuda trazido de Portugal em três etapas entre 1810 e 1811, o Príncipe Dom João cria a Biblioteca Nacional do Brasil, posteriormente chamada assim, ao editar o Decreto Real que instruía para acomodação de sua Real Biblioteca e instrumentos de física e matemática em edifício que deveria ser erigido onde eram as catacumbas dos religiosos do Carmo, uma vez que a primeira acomodação da primeira leva que chegou ao Brasil, o Hospital da Ordem Terceira do Carmo era inadequada, pois como diz o Decreto não havia a luz necessária, nem oferecia cômodos suficientes para a Biblioteca.

Mesmo após o retorno da Família Real, a Real Biblioteca continuou no Brasil e com a Independência, no Tratado do Rio de Janeiro de 1825, a Família Real portuguesa foi indenizada em oitocentos contos de réis destinados ao pagamento da Real Biblioteca chamada então Biblioteca Imperial e Pública da Corte.

Imagem: Foto do Busto de Dom João VI na entrada da Biblioteca Nacional por George Maragaia para reportagem do Portal Ig

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS