O Tenente General Friedrich-Wilhelm Müller, conhecido como o “Carniceiro de Creta”

0
15

22 de Agosto de 1944.

Neste dia o Tenente General Friedrich-Wilhelm Müller, conhecido como o “Carniceiro de Creta”, ordenava o início daquilo que viria a ser conhecido como o “Holocausto de Kedros”.

O objetivo dessa ação era intimidar a população local e desestimular ações de guerrilheiros diante do iminente recuo das forças alemãs para Chania.

Nesta ação as ordens emitidas por Müller eram claras:

. Pilhar e queimar todas as aldeias na região de Kedros e executar qualquer civil que aparentasse ter relações com os movimentos guerrilheiros locais.

Nos dias seguintes seriam destruídas as seguintes aldeias: Gerakari, Gourgouthi, Kardaki, Vryses, Smiles, Drygies, Ano Meros, e Chordaki.

No total seriam executados 164 civis, 25 dos quais crianças com menos de 12 anos.

O massacre foi executado pelo 16º Regimento da 22ª Divisão de Infantaria Luftlande.

Nesta fotografia vemos o Tenente General Friedrich-Wilhelm Müller, responsável pelo massacre.

Fonte. Hoje na Segunda Guerra Mundial – Link: https://www.facebook.com/hojenasegundaguerramundial/

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS