Os três heróis brasileiros

0
53

Os três heróis brasileiros eram, Arlindo, Baeta e Geraldo, todos os três de MG e pertencentes ao 11.º Regimento de Infantaria Expedicionária. Os três, em meio à batalha de Montese, se perderam de seu pelotão em pleno inverno Italiano e em território inimigo.

De noite, na tentativa de achar soldados aliados, os três praças se depararam com toda uma companhia do exército alemão armada com tanques e carros blindados. A ordem vinda das tropas alemãs foi “abaixem suas armas”, uma das poucas frases em alemão reconhecidas pelos praças brasileiros.

Todavia, contrariando a razão, os três heróis brasileiros, carregaram e engatilharam suas armas, decididos a enfrentar sozinhos uma companhia alemã inteira. Deste ato heroico se iniciou uma batalha que, apesar de desigual, atravessou a noite.

Os três gastaram toda a munição existente e, após isso, começaram a atirar paus e pedras no inimigo. Cercados e desmuniciados, dois dos três heróis foram vitimados por tiros advindos dos alemães. O sobrevivente, se valendo da escuridão da noite e portando apenas sua faca, fez mais uma vítima e caiu morto no fundo de uma trincheira vítima de um tanque alemão. Na madrugada do dia 14 para o dia 15 de abril, os três soldados brasileiros “deixaram a vida para entrarem para a história.”

Os soldados alemães, rendidos à coragem e à garra dos brasileiros, enterraram os praças no local, sob cruzes com os dizeres “Drei Brasilianischen Helden”, três heróis brasileiros em português. Há 71 anos deste grande feito que muitas vezes é, infelizmente, relevado ao esquecimento.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS