Documentário – Um Brasileiro no Dia D

Documentário de João Barone sobre os 60 anos do Dia D na Segunda Guerra Mundial. “Um Brasileiro no Dia D

 

João Barone mostra no documentário os cenários históricos da Normandia, encontra veteranos, cidadãos comuns e testemunhas da época e conversa com o franco-brasileiro Pierre Closterman nascido em Curitiba em 1921, falecido em março de 2006, que participou da aviação francesa durante o conflito.”

 

Relato da viagem que o músico João Barone fez pela Europa em 2004, o documentário traz uma longa entrevista com Pierre Closterman, descendente de franceses que nasceu em Curitiba (PR), em 1921, e foi o único brasileiro a ter participado do Dia D, como integrante da aviação francesa.
A Segunda Guerra Mundial sempre despertou grande interesse para o músico dos Paralamas do Sucesso, João Barone. Filho de ex-combatente, se dedicou de forma apaixonada ao assunto, paralelamente à música. Ao longo de anos, leu muitos livros e viu a maior parte dos filmes e documentários sobre este culminante momento da humanidade.
Em junho de 2004, João Barone realizou o sonho de qualquer entusiasta na Segunda Guerra Mundial: fez uma viagem com seu jipe – despachado via aérea – saindo do Rio de Janeiro até as praias da Normandia, onde ocorreu o histórico desembarque aliado em 1944, o célebre Dia D. Aproveitando as celebrações de 60 anos desta data histórica, Barone gravou a jornada na forma de documentário, que finalmente chega às bancas no dia 23 de novembro, lançado pela série de dvds da revista Aventuras na História – Grandes Guerras, da Editora Abril.
Intitulado “UM BRASILEIRO NO DIA D”, o documentário de 55 minutos relata uma viagem através do tempo, com uma narrativa dinâmica e emocionante, onde Barone encontra o único brasileiro conhecido que participou do Dia D: o franco-brasileiro Pierre Closterman – nascido em Curitiba em 1921, falecido em março de 2006 – que foi o maior ás da aviação francesa durante o conflito.
Entre belas paisagens da região, passando pelos locais emblemáticos da costa da Normandia, Barone encontra veteranos, cidadãos comuns e testemunhas da época, registrando tudo com depoimentos emocionantes e verdadeiros, que levam ao espectador uma lição totalmente anti-belicista.
Barone resume este trabalho como um “road movie histórico”, tentando incluir o Brasil no contexto de um importante episódio da história universal. “É preciso lembrar e valorizar tudo que aconteceu naquela época, para que as gerações atuais e futuras não esqueçam jamais.”

 

Documentário – Um Brasileiro no Dia D

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
RECEBA O MELHOR CONTEÚDO DO CONSERVADORISMO DO BRASIL DE GRAÇA PELO FACEBOOK? CLIQUE EM CURTIR!

COMENTÁRIOS

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com