O ressurgimento das Monarquias

0
17

Por toda Europa, vozes começam a se levantar pedindo pela Restauração das Monarquias depostas no séculos XIX e XX. Um reflexo do fracasso retumbante da União Européia, que deixou o Velho Continente, o Berço da Cristandade, a beira do colapso.

Na Romênia, que foi devastada por quase cinquenta anos sob jugo comunista, cada vez mais pessoas pedem pela Restauração da Monarquia, de modo que o Rei Mihai I, deposto em um golpe arquitetado pela famigerada União Soviética, seja reconduzido ao seu Trono, após setenta anos, limpando a Nação dos últimos resquícios do maldito Comunismo.

Já na Rússia, também arrasada pelas Doutrinas Vermelhas, tendo sido a sede do maligno império soviético, centenas de monarquistas seguiram em uma procissão de vinte quilômetros, na madrugada do último dia 18, carregando bandeiras da Rússia Imperial e retratos do Imperador Nicholas II (1868-1918) e de sua Família, os Santos Mártires, assassinados pelos malditos comunistas há exatos noventa e oito anos naquele dia. Os monarquistas pediam pela volta da Rússia dos Czares, uma pedra preciosa na Coroa da Cristandade.

Na outrora Cristianíssima França, a Filha Primogênita da Igreja, terra do Rei-Cruzado São Louis IX (1214-1270), monarquistas também tomaram as ruas no último dia 14, o 227º aniversário da barbárica Revolução Francesa. Tremulando bandeiras da Monarquia, eles pediam pelo retorno de seu Rei e das tradições que fizeram de seu País um dos mais importantes bastiões da Civilização Cristã.

E na Grécia, após sucessivos governos fracassados, muitos deles, de orientação socialo-comunista, terem levado o País à ruína, devido à crença cega na utopia de uma Europa unificada e refém de burocratas de esquerda, muitos começam a perceber que a verdadeira solução se encontra no retorno da Monarquia. Já se começa a falar em um plebiscito, e o Rei Konstantínos II dos Helenos, deposto em 1973, quando tentou evitar um golpe de Estado, já declarou que estará sempre disposto a servir ao seu povo.

Por fim, na Áustria, quase 20% da população já se mostra favorável à Restauração da Monarquia, mesmo após quase um século de perseguição e propaganda enganosa contra os monarquistas. Sem dúvida, o fracasso do modelo republicano, que tem levado ao surgimento de extremismos políticos, faz lembrar os austríacos do valor de ser um Imperador da Casa de Habsburgo, a mais alta da Cristandade, para proteger o povo dos políticos, como já dizia o grande Imperador Franz Josef I (1830-1916).

Tudo isso prova que o inexorável pêndulo da História está rumando para o lado certo, o lado das Monarquias tradicionais e cristãs. Após mais de um século e meio de revoluções e utopias que levaram à proliferação de todo tipo imundice, é chegada a hora de uma Contrarrevolução, uma verdadeira Cruzada moral! Sigamos em frente, com a certeza de que a Divina Providência não irá nos desamparar em meio a uma quadra tão crucial da História.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS