Aborto: A farsa dos números, por Isabella Mantovani

0
33

No dia 27 de julho de 2017, Isabella Mantovani deu a palestra “Aborto: a farsa dos números”, no Terceiro Ciclo de Palestras Santa Generosa.

O objetivo dessa apresentação é refutar algumas afirmações falsas sobre o aborto. São elas:

1) Que a quantidade de abortos por ano no Brasil chegaria a 1.000.000;

2) Que a legalização do aborto faria o número de abortos diminuir;

3) Que países que legalizaram o aborto teriam uma taxa de abortos menor que o Brasil, onde o aborto é ilegal.

4) Que a legalização do aborto diminuiria a mortalidade materna.

Essas mentiras não são uma particularidade brasileira. Em todo o mundo, os ativistas pró-aborto inflam os números de abortos clandestinos e inventam dados implausíveis sobre a mortalidade materna. A legalização do aborto, em geral, tem o efeito de multiplicar por 10 a quantidade de abortos realizados.

A Dra. Isabella traz dados de diversos países, com realidades muito distintas, que mostram o que de fato ocorre onde o aborto é permitido há muito tempo, onde ele passa a ser liberado e onde passa a ser proibido.

A Dra. Isabella Mantovani, sempre na vanguarda do Movimento Pró-Vida, é graduada em Odontologia pela UNICAMP, além de ser especialista em Saúde Coletiva (São Leopoldo Mandic),em Bioética (PUC RIO) e em Estratégia de Saúde da Família (UNIFESP/UNASUS). Também é mestre em Odontologia e Saúde Coletiva (UNICAMP) — e trabalha há 13 anos com saúde pública, sendo 7 deles em cargos de gestão.

Terceiro Ciclo de Palestras Santa Generosa foi organizado pelo professor Rodrigo Gurgel.

Não percam as próximas, às quintas-feiras, às 20h00, na Paróquia Santa Generosa. Av. Bernardino de Campos, 360, Paraíso, São Paulo.

10 de agosto — Fernanda Fernandes Takitani: “Unesco: seus fundamentos e o controle da cultura”

17 de agosto — Silvio Medeiros: “Escola — ou o que restou dela”

24 de agosto — Flavio Morgenstern: “Instituições democráticas — Práticas anti-republicanas”

Fonte – Reaçonaria

 

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS