Hipocrisia igualitarista

0
49

Todo igualitarista, o indivíduo que rejeita o conceito de “igualdade perante a lei”, e prega a “igualdade efetiva entre os homens”, sempre se enxerga posicionado, no mínimo, um nível na escala socioeconômica abaixo das pessoas que merecem “justamente” ser apontadas como “egoístas”, “acumuladores de riquezas”, “exploradores”, “porcos capitalistas”, etc. Olham sempre para os bens e as riquezas dos que possuem mais (normalmente dos milionários), expressam seu desejo incontrolável de impor que tais riquezas sejam divididas “igualitariamente”, porém jamais se voltam para os seus próprios bens e riquezas. Sempre consideram tudo o que possuem como sendo bens justa e legitimamente adquiridos, independentemente do quão grande seja o próprio patrimônio acumulado. Consideram a posse dos seus próprios bens um direito irrevogável!

Ou seja: não passam de hipócritas!

Você, que considera justa a ideia de impor, por meios políticos, a “igualdade efetiva entre os homens”, proceda da seguinte maneira:

– Abra sua geladeira e o armário da sua cozinha, e verifique: você precisa de todos os alimentos que estão armazenados lá dentro?

– Ande pela sua casa, e verifique: você precisa de toda a mobília da sua casa? Você precisa de todos os seus pertences, como notebooks, smartphones, tablets, relógios, perfumes, jóias, eletrodomésticos, etc?

– Abra o seu guarda roupas, e verifique: você precisa de todas as roupas que estão dentro dele?

– Analise seu estilo de vida, e responda: você precisa sair para almoçar com a sua família em um restaurante “bacana” no domingo? Você precisa sair com seus amigos para os bares e boates da moda nos fins de semana? Você precisa viajar para outra cidade, outro estado, ou outro país nas suas férias?

– Consulte sua conta bancária, seus fundos de investimento e seu plano de previdência privada. Você precisa de todos esses recursos?

Observação: Considere “precisar” um sinônimo de “absolutamente indispensável para a manutenção da sua vida”.

Responder NÃO para qualquer das perguntas acima, é a evidência incontestável de que você possui mais recursos do que efetivamente precisa para garantir a manutenção da sua vida, recursos estes que seriam muito úteis para os indivíduos “excluídos” e “explorados” cujos interesses você alega defender. Se a sua resposta for NÃO para qualquer das perguntas, demonstre que você acredita na “igualdade efetiva entre os homens”, que você vive de acordo com seus princípios, e SOCIALIZE tudo cuja falta não vai por em risco sua própria vida, ou seja, coloque tudo o que você NÃO PRECISA à disposição de alguém que PRECISA MAIS QUE VOCÊ.

Pare de falar, e aja de acordo com seus princípios! Aja em prol da igualdade que você defende, reduzindo um pouco sua própria riqueza, e aumentando um pouco a de alguém. 

Enquanto você não agir exatamente como quer exigir que os outros ajam, ao menos pare de julgar e acusar quem vive exatamente da mesma maneira que você. Até o dia em que você tomar a iniciativa de agir de acordo com os princípios que defende, tenho uma notícia para você: Você é tão egoísta e insensível quanto qualquer milionário “porco capitalista acumulador de riqueza”. Com o agravante de que você é um hipócrita!

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS