Trump sanciona reforma tributária de US$1,5 bilhão

0
5

Defensores da reforma acreditam em efeito positivo na economia.

O presidente estadunidense confirmou há cerca de uma hora em sua conta no Twitter que assinaria a lei ainda antes de deixar Washington em direção à sua casa no resort de Mar-a-Lago, na Flórida, onde pretende passar o feriado de Natal. Junto com a lei de isenção, o presidente republicano também assinou outra lei que garantiria aporte de US$ 4 bilhões para mísseis de defesa.



​Trump defende que a reforma tributária aumentará investimentos e por consequência gerará empregos, o que deve impactar positivamente na economia de seu país.
Por outro lado, a reforma tributária tem sido criticada por opositores políticos e movimentos sociais dos Estados Unidos. Segundo as críticas, a lei trará benefícios apenas aos ricos, e deixará a classe trabalhadora no prejuízo.

O senador democrata Bernie Sanders tem sido uma das vozes mais fortes contra a lei. Na quarta-feira (20), em entrevista à CNN, Sanders afirmou que a reforma é um “desastre para o povo norte-americano”. Ele ainda afirmou que a medida é boa “para bilionários como Donald Trump, uma vitória para a campanha dos contribuintes ricos”.Além de Sanders, o prêmio Nobel da economia de 2017, Richard Thaler, chegou a afirmar que a lei aumentará a desigualdade. “Uma reforma fiscal que tem como o principal efeito o aumento da desigualdade parece ser equivocada”.

Fonte – Sputnik

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS