Doença misteriosa seria responsável pela morte de milhões de cangurus

0
9

Há quase nove milhões de cangurus na área das Planícies Ocidentais do estado australiano de Nova Gales do Sul. No ano passado, a população de cangurus era de mais de 12 milhões (Torsten Blackwood/AFP/Getty Images)

Acredita-se que uma doença misteriosa tenha matado milhões de cangurus no Leste da Austrália no ano passado.

Pesquisadores de saúde da vida selvagem disseram ao jornal The Australian que uma doença desconhecida reduziu drasticamente o número de cangurus na região das Planícies Ocidentais do estado de Nova Gales do Sul.

“Você podia ver toda uma família sentada lá, mas todos estavam mortos”, disse Greg Curran, um veterinário que está liderando a pesquisa sobre a preocupação, ao The Australian.

“É uma doença, não é um problema genético. Não conseguimos encontrar uma bactéria, não conseguimos encontrar um vírus”, disse ele.

“Parasitas não são parte disso. Dada a enorme área e diferenças ambientais e de tipo de alimentação, é muito pouco provável que seja um envenenamento por planta. Isso descarta todas as causas conhecidas de doenças.”

Os pesquisadores dizem que os animais afetados sofrem grande hemorragia, cegueira total ou parcial e sangramento interno em torno das articulações.

Austrália, cangurus, mortandade - Houve um declínio substancial no número de cangurus na região das Planícies Ocidentais entre 2016 e 2017 (William West/AFP/Getty Images)

Houve um declínio substancial no número de cangurus na região das Planícies Ocidentais entre 2016 e 2017 (William West/AFP/Getty Images)

A doença está afetando as populações de cangurus cinza e vermelho do Leste.

Steve McLeod, um pesquisador sênior, descreveu os “declínios significativos” nos números de cangurus em pesquisas realizadas entre junho e julho de 2016 e 2017.

“Houve mortandade substancial nas Planícies Ocidentais”, disse ele, de acordo com The Australian. “Exceto na região de Griffith no sudeste.”

Estima-se que haja menos de nove milhões de cangurus atualmente nas Planícies Ocidentais. No ano passado, havia cerca de 12,7 milhões.

“A queda é tão grande que não pode ser simplesmente devido às taxas de abate”, disse Curran. “O número de animais que foi caçado para o mercado de carne é baixo. E não pode ser por causa da fome ou desnutrição”, acrescentou.

Austrália, cangurus, mortandade - Os pesquisadores disseram que grande parte do icônico animal australiano morreu devido a uma doença misteriosa (Ian Waldie/Getty Images)

Os pesquisadores disseram que grande parte do icônico animal australiano morreu devido a uma doença misteriosa (Ian Waldie/Getty Images)

De acordo com as estatísticas do governo em 2016, havia pouco mais de 6,3 milhões de cangurus cinza habitando as Planícies Ocidentais. Em 2017, esse número caiu para menos de 4 milhões, o que significa um declínio total de 2,5 milhões em um ano. Na região de Narrabri, no noroeste do estado, a população passou de 1,4 milhão para pouco menos de meio milhão.

O número de cangurus vermelhos foi estimado em aproximadamente o mesmo que os cinzas no ano passado nas Planícies Ocidentais. Os números deste ano caíram para 5,1 milhões, um declínio de 1,2 milhão. Entre as áreas mais afetadas está a zona de Lower Darling, que tinha cerca de 620 mil cangurus vermelhos no ano passado, caindo este ano para menos de 290 mil.

Os cinzas orientais compartilham seu habitat com os vermelhos, que são maiores em tamanho e também se estendem para o interior do país até o Oeste da Austrália.

Fonte – Epoch TimesNTD Television

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS