Onda de frio sem precedentes castiga EUA e Canadá

0
7

Em Minnesota, os termômetros chegaram a -44 graus.

É tão forte o frio que está varrendo grande parte dos Estados Unidos e do Canadá que um grupo de preservação de tubarões, no nordeste do país, disse esta semana que dois espécimes de cauda longa foram encontrados mortos — congelados. Este é apenas um exemplo do quanto está frio por lá.

Recorde de temperaturas de -35 graus Celsius foram registradas em áreas do estado de Nova York, onde a menor temperatura registrada anteriormente foi de -23 graus. Em Minnesota, os termômetros chegaram a -44 graus.

O recorde de frio que está castigando os Estados Unidos continuará durante a maior parte do norte do país durante toda a semana, com fortes precipitações de inverno e neve, informou a Administração Nacional Oceanográfica e Atmosférica (NOAA). Por enquanto, não há trégua.

Tubarão morto possivelmente devido ao frio no nordeste dos EUA (Newsweek)

Tubarão morto possivelmente devido ao frio no nordeste dos EUA (Newsweek)

O “choque térmico” enfrentado pelos tubarões pode ter causado sua morte, segundo declararam ao Boston Globe especialistas em tubarões do Atlantic White Shark Conservancy, com sede em Cape Cod, Massachusetts, e publicado pela revista Neewswek.

Eles explicaram que, ao contrário, por exemplo, das tartarugas, esses peixes respiram a água, então quando a água está extremamente fria, eles podem sufocar e morrer.

 

 Imagem do NOAA de 30 de dezembro de 2017 mostra em roxo as temperaturas extremamente baixas que o país está experimentando

Imagem do NOAA de 30 de dezembro de 2017 mostra em roxo as temperaturas extremamente baixas que o país está experimentando

“A forte nevasca das montanhas e a persistente chuva gelada levaram a condições perigosas para as viagens de fim de semana em todo o noroeste do Pacífico e ao norte das Montanhas Rochosas”, explicou NOAA.

Gelo e neve nos EUA (Jourdan Lagace)

Gelo e neve nos EUA (Jourdan Lagace)

Os Grandes Lagos, que apresentaram recorde de quase 2 metros de neve caídos em apenas 48 horas, sofrerão com novas “fortes nevascas”.

No Canadá, as comemorações do Ano Novo foram canceladas devido ao excesso de frio e grupos de hóquei estão preferindo realizar suas competições em lugares cobertos, algo totalmente incomum.

 

Fonte – Epoch Times

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS