Cancelamento da cimeira Trump-Kim foi a decisão certa

0
4

Esta combinação de fotos mostra: (esq.) o presidente norte-americano Donald Trump no National Building Museum em Washington, D.C., em 22 de maio de 2018; e (dir.) uma foto divulgada pela mídia estatal KCNA em 10 de maio de 2016 do líder norte-coreano Kim Jong-un (Brendan Smialowski/KCNA/AFP/Getty Images)

Para demonstrar que a Coreia do Norte é fiel à sua determinação de desnuclearização, ela explodiu três túneis em seu local de testes nucleares de Punggye-ri em 24 de maio.

show de demolição é uma parte da grande farsa de Kim Jong-un. Pesquisas baseadas em imagens de satélite e dados sísmicos mostram que esses túneis foram parcial ou completamente destruídos no teste nuclear de setembro de 2017. Eles são de pouco ou nenhum valor para a Coreia do Norte. O fato de nenhum especialista nuclear ter tido permissão para inspecionar o local sugere que as conclusões do estudo estavam corretas.

Por outro lado, os túneis destruídos são uma pequena parte do gigante local de teste de Punggye-ri. Pode haver outros túneis que ainda estão funcionando. Além disso, o complexo Punggye-ri pode não ser a única instalação nuclear da Coreia do Norte. E se Kim Jong-un decidir que há necessidade, a Coreia do Norte pode facilmente construir um novo local de teste.

Mas a farsa de Kim Jong-un vai além do show de demolição. A Coreia do Norte declarou que queria desnuclearizar permanentemente a Península Coreana. Para este fim, os Estados Unidos teriam que reconhecer a Coreia do Norte como um Estado nuclear e remover as “ameaças de segurança” contra o país. Então, em algumas décadas, se a Coreia do Norte se sentir “segura” o suficiente, ela considerará a ideia de reduzir as armas nucleares.

Em outras palavras, a chance de Kim Jong-un desistir de suas bombas nucleares é menor do que Hillary Clinton admitir que ela é a culpada pela própria derrota na eleição presidencial de 2016 nos EUA. A disposição de Kim para desnuclearizar é tão falsa quanto o mito de colusão Trump-Rússia.

O presidente norte-americano Donald Trump estava certo em cancelar a cúpula. A reunião provavelmente não produzirá nenhum resultado. Os objetivos dos Estados Unidos e da Coreia do Norte são mundos à parte. A Coreia do Norte recusou-se a enviar funcionários de nível inferior para discutir a logística da cimeira, sem mencionar as negociações políticas. Por que perder tempo numa reunião condenada a ser fútil?

O cancelamento nega a Kim a oportunidade de dar um golpe político. Kim Jong-un não é um homem forte comum. Duplicidade e crueldade estão codificadas em seu DNA. Ele pode ter ordenado o assassinato de seu meio-irmão com o agente nervoso VX. Ele executou seu tio Jang Song-thaek, chamando Jang de “pior que um cachorro”. Ele gosta de matar pessoas das formas mais horríveis possíveis, como armas antiaéreas, lança-chamas e morteiros. Kim Jong-un parecia querer o encontro seriamente, mas não porque ele está buscando a paz mundial. Ele quer legitimação e reconhecimento.

O cancelamento de Trump também envia uma mensagem para a China de que deveria parar de dar maus conselhos à Coreia do Norte. O mundo ficou surpreso quando as duas Coreias concordaram em discutir um fim permanente para a Guerra da Coreia. A Coreia do Norte libertou três reféns americanos.

Depois das visitas de Kim Jong-un à China, no entanto, a Coreia do Norte repentinamente teve segundos pensamentos. Mas as declarações fortes feitas pela Coreia do Norte saíram pela culatra. A Coreia do Norte aparentemente ficou chocada com a rescisão da cúpula. Se Kim Jong-un tem um cérebro, ele deve entender que é a Coreia do Norte que sofre se a diplomacia falhar e as sanções incapacitantes continuarem, não a China. Da próxima vez ele pode querer pensar duas vezes antes de receber conselhos da China.

O cancelamento da cimeira não significa que os Estados Unidos desistiram da Coreia do Norte. Afastar-se da reunião pode ajudar a preparar o caminho para compromissos mais produtivos. Uma das mensagens de Trump no Twitter resume perfeitamente a situação: “Negociações 101: os melhores acordos que você pode fazer são aqueles dos quais você se afasta… e depois obtêm condições melhores.” As sanções severas mudarão a mente de Kim Jong-un. Um dia, o pequeno Homem-Foguete pode até aprender a barganhar.

Fonte – Epoch Times

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS