Membros feministas do Pussy Riot podem pegar 15 dias de prisão

0
3

Os quatro membros do grupo feminista Pussy Riot que invadiram o campo durante a final da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, no último domingo (15), podem pegar até 15 dias de prisão, revelou a imprensa local.

Os integrantes da banda punk, que é crítica do regime do presidente Vladimir Putin, são acusados de ”violar as regras de comportamento público durante eventos esportivos” e por uso ”ilegal de uniformes policiais”.

A invasão aconteceu durante o segundo tempo da partida entre França e Croácia, sendo reivindicada logo depois pela própria banda. O objetivo da ação, realizada por três mulheres e um homem, era protestar contra a ”repressão política na Rússia”.

Fonte – ANSA

 

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS