Revista sugere a adolescentes que “aborto pode ser divertido” e pastor reage: “Estarrecedor”

0
9

A defesa do aborto está em uma nova fase entre seus entusiastas, com a substituição das militantes feministas seminuas com palavras de ordem pichadas no corpo por uma campanha midiática que trata do assunto como conto de fadas. Um exemplo dessa abordagem é uma matéria veiculada pela revista Teen Vogue.

A revista, dedicada ao público adolescente feminino, publicou uma matéria sobre ativistas pró-aborto que se valem do humor para convencer a opinião pública de que não há nada equivocado com a interrupção da gravidez.

Diante disso, o pastor Greg Laurie usou o sermão do último domingo, 22 de julho, para alertar os cristãos sobre qual postura adotar. “Eu me pergunto se nós ainda sabemos o que é ter alguma vergonha na América. A Bíblia diz que chegará um momento em que ‘o certo está errado e o errado está certo’, pelo menos na maneira como as pessoas percebem isto”, afirmou o veterano pastor.

Lamentando o fato de que a sociedade se tornou um lugar “de vítimas”, onde as coisas “nunca são nossa culpa”, o pastor afirmou que há uma glamurização do erro: “Você sabe, não há vergonha em ter um registro criminal. Na verdade, você pode até fazer um reality show com isso. Não há vergonha em ter filhos fora do casamento ou não saber quem realmente é o pai das crianças. [As pessoas] celebram esse tipo de coisa”, acrescentou.

Na sequência, o pastor pontuou especificamente a matéria da Teen Vogue: “Não há vergonha em descobrir que você está grávida e até mesmo fazer um aborto. Vocês ouviram o mais recente? ‘O aborto pode realmente ser divertido’”, disse, parafraseando o artigo publicado por Solange Azor, que traz no subtítulo a frase “Sim, o aborto pode ser divertido”.

“Eles tinham um artigo de opinião sobre alguns ativistas que querem usar a arte para aumentar a conscientização sobre a erosão dos direitos reprodutivos. Mas a ênfase é no humor e sua mensagem é ‘O aborto pode ser divertido’”, resumiu o pastor.

“Já nos esquecemos de como é ter vergonha? Não temos mais vergonha? O aborto pode ser divertido? Tirar a vida do nascituro inocente agora é percebido como algo divertido para alguns? Para mim, isso é simplesmente estarrecedor”, acrescentou o pastor, de acordo com informações do portal The Christian Post.

Fonte – Gospel Mais / The Christian Post

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS