Após massacre, Trump defende reforço da lei de pena de morte

0
8

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, descreveu o homem que abriu fogo em uma sinagoga em Pittsburgh no sábado (27) como “maníaco” e sugeriu que seu governo deveria “endurecer as leis da pena de morte”.

O atirador matou 11 pessoas em um terrível ataque no sábado. Trump falou sobre o assunto:

Essas pessoas devem pagar o preço final. Isso tem que parar. Nós deveríamos reforçar nossas leis de pena de morte.

Donald Trump acrescentou:

É uma coisa terrível. O ódio nos Estados Unidos é uma coisa terrível, algo deve ser feito.

O republicano ainda disse que o incidente não tem muita relação com as leis de armas dos Estados Unidos.

“Se eles tivessem proteção por dentro, talvez pudesse ter sido uma situação diferente”, alegou.

Fonte – Renova Mídia / ANSA

 

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS