Aumento no número de suicídios na Venezuela assusta médicos

0
9
An opposition supporter holds a placard depicting Venezuela's President Nicolas Maduro that reads "No more dictatorship. Out!" as she takes part in a rally against Maduro's government in Caracas, Venezuela April 1, 2017. REUTERS/Marco Bello TPX IMAGES OF THE DAY

Mediante o desespero perante a crise instalada na Venezuela pela ditadura socialista de Nicolás Maduro, muitas pessoas estão tirando a própria vida.

Houve um aumento recorde dos casos de suicídio entre os venezuelanos.

A situação tem assustado e desgastado os médicos que trabalham no hospital universitário de Mérida. O Estado tem cerca de 1 milhão habitantes, e só no ano de 2017, essa região já apurou mais de 19 suicídios a cada 100 mil habitantes.

Em nível de comparação, nos Estados Unidos, o número de suicídio anual é de 16 (em média) a cada 100 mil americanos.

“Vivemos entre o terror e a impotência”, disse Ignacio Sandia, chefe do departamento de psiquiatria. O médico considera “aterrorizante” esse quadro e lamenta não poder fazer mais nada para ajudar as pessoas que são mais afetadas pela crise no país.

Na grande Caracas, houve 131 suicídios entre junho e julho, de acordo com um documento da polícia investigativa nacional, obtido pela Bloomberg News. Isso implica um total, neste ano, de 786 só na capital da Venezuela.

Fonte – Renova Mídia / Gospel Prime

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS