Haddad altera plano de governo, mas mantém regulação da mídia

0
10

No novo plano de governo apresentado na última quinta-feira (18) ao TSE, Fernando Haddad retirou a proposta de uma nova Constituinte e trocou críticas ao PSDB por ataques a Jair Bolsonaro.

O candidato do PT também acrescentou proposta de dar autonomia à atuação do Banco Central, segundo informações de O Antagonista.

Na abertura do documento, Fernando Haddad também tentou amenizar críticas à imprensa.

Antes, o texto dizia que a “perseguição judicial” a Lula teve “amplo respaldo midiático”, o que foi retirado.

No entanto, o plano manteve a proposta de regular jornais, revistas, TVs e rádios. A famosa “regulação da mídia” denunciada por seu adversário Jair Bolsonaro (PSL).

Fonte – Renova Mídia / O Antagonista

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS