Haddad segue alterando plano de governo para conter críticas

0
12

Após adotar uma nova estratégia neste segundo turno, Fernando Haddad (PT) segue alterando o plano de governo da coligação.

Haddad tirou o termo Assembleia Constituinte, uma das polêmicas do primeiro turno, e eliminou menções à descriminalização das drogas e à reforma ou desmilitarização da polícia.

Voltou-se ao mercado, com acenos ao Banco Central e ao agronegócio, e ainda flexibilizou a ideia de mandato fixo para tribunais superiores. Essa é mais uma peça na busca de votos para tentar derrotar o adversário Jair Bolsonaro (PSL).

O novo plano de governo vem sem o vermelho típico do PT nos tópicos internos e no índice e sem a foto de Lula na capa.

O documento foi protocolado no início da semana no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas, até o início da tarde desta quinta-feira (18), ainda não tinha sido publicado pelo órgão eleitoral.

Fonte – Renova Mídia / Gazeta do Povo

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS