Mercado não enxerga ambiente para golpe militar no Brasil

0
11

Banqueiro Ricardo Lacerda dá como certa vitória de Bolsonaro, mas diz que ainda há pontos nebulosos nos discursos do candidato do PSL.

Sócio-fundador e presidente do banco de investimento BR Partners e ex-presidente do Goldman Sachs no Brasil e do Citigroup na América Latina, Ricardo Lacerda dá como certa a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno da eleição presidencial.

O banqueiro diz que ainda há pontos nebulosos sobre o futuro governo, mas não vê risco à democracia.

“Não existe ambiente para um golpe ou governo militar. A sociedade não quer isso”, afirmou em entrevista ao jornal Estadão.

Segundo ele, o mercado está mais otimista do que deveria com a agenda reformista de Bolsonaro.

“Não acredito nesse discurso de que vamos zerar o déficit público vendendo imóveis. Falar em R$ 1 trilhão em imóveis da União? Não é realista”, afirmou.

Para o banqueiro, não há possibilidade de o País voltar a ser grau de investimento ainda no primeiro mandato de Bolsonaro, mas, mesmo se o deputado for menos reformista do que o esperado, não será “o fim do mundo”.

Lacerda votará nulo e classifica como “bullying” a pressão de setores da sociedade pelo voto contrário a Bolsonaro.

“Tenho condições de exercer minha cidadania não legitimando a desfaçatez de um lado nem a intolerância de outro”, disse.

Fonte – Renova Mídia / Estadão

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS