Número de crimes sexuais na Suécia segue em elevação

0
20

Nos últimos anos, a proporção de cidadãos da Suécia que afirmam terem sido submetidos a crimes sexuais aumentou dramaticamente, especialmente entre as mulheres.

Uma mudança clara na sociedade da Suécia pode ser observada a partir do ano de 2013. É o que exibe um novo relatório do Exame de Segurança Nacional (NTU) produzido pelo Conselho Sueco de Prevenção ao Crime (Brå) mostra, conforme noticiou a FriaTider.

Em 2006, 2,5% das mulheres e 0,4% dos homens relataram que haviam sido submetidos a infrações sexuais. As estatísticas permaneceram nesse nível por anos.

Entretanto, nos últimos anos, a proporção de suecos que afirma ter sido exposta a crimes sexuais mostrou um claro aumento, de acordo com o Brå.

A partir de 2013, o número cresceu significativamente e agora se multiplicou. No momento, 10,7% das mulheres relatam terem sido vítimas de crimes sexuais, em comparação com 1,6% dos homens.

Entre 2015 e 2017, o número de mulheres quase dobrou, de 5,8% para 10,7%.

Maria Söderström, investigadora da Brå, afirmou:

É importante ter em mente que a ofensa sexual é uma categoria de crime que abrange uma ampla gama de crimes. Tudo, desde incidentes mais leves, como comentários sexuais ofensivos, até crimes muito graves, como estupro.

Fonte – Renova Mídia / Voice of  Europe

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS