General Heleno diz que caso Queiroz ‘não tem impacto’ no governo

0
113

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, disse nesta sexta-feira (18), que a investigação sobre o ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) “não tem impacto”e “não é assunto de governo”.

Em seu perfil no Instagram, o general Augusto Heleno, ministro do GSI, escreveu:

“No que diz respeito ao Queiroz: para mim, não tem impacto. O presidente Bolsonaro não vê isso como um assunto de governo, é um assunto do Flávio.”

O ex-policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz está sendo investigado pelo Ministério Público após o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) detectar movimentações financeiras atípicas em contas de funcionários dos gabinetes de vários deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

O documento indicou movimentações financeiras atípicas que o ex-assessor e ex-motorista de Flávio Bolsonaro teria feito em uma conta no banco Itaú. De janeiro de 2016 a janeiro de 2017, Queiroz movimentou R$1,2 milhão.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS