Índios da Venezuela sofrem com vício em crack em Boa Vista

0
45

Excluídos da interiorização, que leva refugiados para outras cidades do Brasil, os índios da Venezuela ainda não têm um projeto específico de integração.

A superlotação dos abrigos em Boa Vista, capital de Roraima, tem aumentado os casos de violência, alcoolismo e uso de drogas entre os waraos, a maior etnia.

E, para piorar a situação, traficantes conseguiram introduzir o crack. Recentemente, segundo a “Folha“, uma criança de 12 anos foi flagrada fumando.

“Eles começaram dando a droga aos meninos, depois passaram a pedir dinheiro”, afirma a liderança Warao Jesus Gonzalez, 50 anos.

Mais recentes e em menor número, os 59 índios enhepás abrigados em Boa Vista são de uma região de savanas e montanhas no centro da Venezuela, distante dos waraos. Além da escassez, relatam ter sido ameaçados por garimpeiros de ouro.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS