Mourão critica ‘sensacionalismo’ do MP quanto ao caso Flavio Bolsonaro

0
213

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou neste sábado (19) que há “sensacionalismo” por parte do Ministério Público do Rio de Janeiro na investigação que envolve o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro.

O general Antonio Hamilton Mourão criticou a atuação do Ministério Público do Rio de Janeiro quanto a investigação do órgão que envolve o ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

O vice-presidente da República disse que falta “foco” ao MP-RJ, ressaltando a existência de “sensacionalismo” e “direcionamento” na investigação envolvendo o filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro e o ex-assessor e ex-motorista Fabrício Queiroz.

Em conversa com o jornal “O Globo“, Mourão declarou:

“São várias pessoas investigadas nessa operação, na Furna da Onça. As quantias que estavam ligadas ao Flávio eram as menores. As maiores, se não me engano, eram ligadas a um deputado do Partido dos Trabalhadores. E ninguém está falando nisso.”

E acrescentou:

“Eu acho que está havendo algum sensacionalismo e direcionamento nesse troço. Por causa do sobrenome. Não pela imprensa, que revela o que chega às mãos dela. O Ministério Público tem de ter mais foco nessa investigação.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS