Presidente interino da Venezuela celebra apoio de Jair Bolsonaro

0
1903

Nos últimos dias, o nome de Juan Guaidó, líder da Assembleia Nacional (AN) e presidente interino da Venezuela, tornou-se onipresente na política internacional.

Juan Guaidó, 35 anos, é visto como a grande esperança da oposição em momentos de relançamento de sua luta para tirar o ditador Nicolás Maduro do poder.

Dias atrás, o presidente interino da Venezuela foi brevemente sequestrado por capangas do serviço de inteligência de Maduro, colocando o seu nome ainda mais no noticiário internacional.

O presidente interino venezuelano disse que recebeu um telefona do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) após assumir a Presidência do Parlamento.

Em entrevista ao jornal “O Globo“, Guaidó falou sobre o apoio do governo do presidente Jair Bolsonaro:

“Foi uma mensagem de respaldo contundente a nossa causa, um respaldo pleno ao que estamos fazendo para recuperar nossa democracia. Também a confirmação de que não será reconhecido o governo de Maduro, o que para nós é muito importante. Foi uma conversa amável, muito cálida.”

O líder da Assembleia Nacional acrescentou:

“O governo Bolsonaro tem nos dado um apoio muito sólido, mesmo antes da posse. Sua chegada ao poder foi uma boa notícia, num marco de respeito pela democracia e direitos humanos fundamentais.”

Guaidó afirma ainda ter acompanhado de perto os encontros do chanceler Ernesto Araújo com lideranças opositoras venezuelanas, como o ex-prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, e o presidente do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) no exílio, Miguel Angel Martínconforme noticiou a RENOVA.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS