Santos Cruz diz que ativistas do PT têm obrigação moral de deixar governo

0
200

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, promoveu nesta terça-feira (8) a exoneração de 18 servidores de sua pasta.

O general Santos Cruz, no entanto, afirmou não ter usado o critério de “despetização” para as demissões.

Em entrevista, segundo “O Antagonista“, o ministro declarou:

Não trabalho com esse sistema [de despetização]. As exonerações são normais. Foi uma questão até de revisão da estrutura, sempre que tem uma troca de governo você têm essas variações.

Santos Cruz ponderou, porém, que ativistas do PT teriam a obrigação moral de deixar o governo de Jair Bolsonaro.

Ele acrescentou:

O critério é de capacitação profissional. Eu acho que uma pessoa que é ativista de um partido como o PT… é até uma obrigação moral dela pegar e se afastar daquela administração.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS