Sérgio Moro defende pacto empresarial contra corrupção no Brasil

0
34

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta terça-feira (22) um pacto empresarial no Brasil contra subornos.

Em sua participação inicial no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, na sessão sobre como empresas, governos e sociedade civil podem restaurar a integridade e confiança nas lideranças, Sérgio Moro foi incisivo ao criticar a cultura da corrupção no Brasil.

Em sua participação no debate, o ministro da Justiça destacou que o Brasil é um bom exemplo de como a corrupção generalizada mina a confiança.

Moro relatou que pagar propinas tinha se tornado um comportamento normal na sociedade brasileira e que os envolvidos costumavam dizer que era a “regra do jogo”.

O ex-juiz da Lava Jato destacou também que o País tem tradição de impunidade contra corrupção. Mas, segundo ele, algo mudou no Brasil.

Segundo o “Estadão”, Moro declarou:

“A corrupção generalizada foi ruim não apenas para a confiança pública, como também minou a competição leal no mercado.”

E acrescentou:

“Empresas pagaram propina para obter vantagens em contratos públicos. O setor público tem grande responsabilidade nisso. E o setor privado deve também se unir para censurar os que tomam passos errados.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS