Sérgio Moro quer enquadrar crimes de facções em lei antiterrorismo

0
58

Pela forma como a lei está redigida, atos de organizações criminosas acabam sendo enquadrados como crimes menores.

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, quer enquadrar atos praticados por facções criminosas em lei antiterrorismo.

Moro abordou o tema ao falar sobre a onda de crimes no Ceará, em entrevista à “GloboNews“, nesta terça-feira (15), comandados por quadrilhas de dentro de presídios no estado.

Questionado sobre a possibilidade de uma lei que equiparasse o crime organizado ao terrorismo, Moro disse que “seria apropriado”.

Segundo o jornal “Metrópoles“, o ministro da Justiça afirmou:

“A atual lei antiterrorismo, pela redação dela, gera uma dificuldade para que atos terroristas praticados por organizações criminosas sejam enquadrados na lei e punidos como tal.”

Ainda de acordo com Moro:

“[Por causa dessa situação] alguns desses atos [de facções criminosas] acabam sendo enquadrados como crimes menores, como se o objetivo não fosse incutir alguma espécie de terror ou chantagear o poder público para mudar o curso da ação, para fazer ou deixar de fazer alguma coisa.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS