Venezuela prende militares que se rebelaram contra a ditadura de Nicolás Maduro

0
76

Após a divulgação de um vídeo nas redes sociais em que um sargento pedia a derrubada de Nicolás Maduro, a ditadura da Venezuela prendeu um grupo de oficiais militares sob acusação de roubo de armas de um posto da Guarda Nacional.

Um homem com uniforme militar que se identificou como sargento da Guarda Nacional da Venezuela pediu, ao lado de outros militares, que o ditador Nicolás Maduro não seja reconhecido como chefe da nação, em um vídeo divulgado nesta segunda-feira (21) nas redes sociais.

O vídeo provocou a reação de policiais e agentes das Forças Armadas, que bloquearam a unidade militar de Cotiza, no norte da capital Caracas, onde estava o grupo que aparece no vídeo, e da população local, que protestou em apoio a ele.

A ditadura da Venezuela afirma que a situação está sob controle, que os agentes em questão foram presos e armas roubadas foram recuperadas, informa o “G1“.

Confrontos entre manifestantes e policiais ainda estão sendo registrados, como mostra o vídeo abaixo:

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS