A ‘nova TV do governo’ Jair Bolsonaro

0
100

Um comunicado foi enviado aos ministros falando sobre a nova TV do governo Bolsonaro. O desenvolvimento está gerando críticas nas redes sociais.

Apesar de ter falado várias vezes durante a campanha sobre o fechamento da TV Brasil, emissora pública vinculada à EBC, o presidente Jair Bolsonaro parece ter mudado de ideia.

Em entrevista à RecordTV, na segunda-feira, 29 de outubro de 2018, o então presidente eleito declarou:

“Não queremos a nossa TV oficial. A nossa ideia é privatizar ou extinguir. Não podemos gastar mais R$ 1 bilhão por ano com uma empresa que tem traço de audiência.”

Meses depois, em comunicado divulgado nesta quarta-feira (6) aos ministérios, a Presidência da República anunciou o “lançamento” de uma “nova TV do governo”, com “programação toda nova e totalmente voltada para o povo brasileiro”.

A íntegra do comunicado enviado ao ministros foi publicada pelo jornalista Ricardo Feltrin. Confira abaixo:

“Às Chefias de Gabinete dos Ministros de Estado e Chefes de Assessorias de Comunicação Social, Senhores (as) Chefes de Gabinete e Assessores de Comunicação Social.

Informamos que o Governo Federal irá inaugurar uma nova TV pública com um objetivo mais voltado para o cidadão. A nova TV do governo terá uma programação toda nova e totalmente voltada para o povo brasileiro.

E, para que possamos inaugurá-la com a presença dos nossos governantes, convidamos os ministros de estado a prestarem seus depoimentos de boas-vindas à nova TV do Governo Federal.

Para tanto, solicitamos sua atenção no sentido de agendar com os respectivos ministros de estado para esta semana ou, para, no máximo, até a próxima terça-feira.

A equipe da EBC irá até o gabinete do ministro ou até onde seja mais conveniente para gravar com ele – pode ser em Brasília, Rio de Janeiro ou São Paulo.

Solicitamos dar retorno com a data, horário e local de agendamento para a filmagem para o e-mail articulacao.secom@presidencia.gov.br

Estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS