Aos gritos de ‘Fora Trump’, Maduro inicia exercícios militares

0
83

Maduro iniciou neste domingo (10) uma série de exercícios militares que se estenderão até sexta-feira (15).

Na ocasião, o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, aproveitou para criticar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump:

“Que Donald Trump não nos ameace. Fora Donald Trump da Venezuela, fora com suas ameaças, aqui há forças armadas e aqui há um povo para defender a honra, a dignidade e o decoro de uma pátria que tem mais de 200 anos de luta.”

A atividade militar no estado de Miranda, próximo a Caracas, foi transmitida pela emissora estatal VTV.

O ditador anunciou que aprovará os investimentos que sejam necessários para que Venezuela “tenha todo seu sistema de defesa antiaérea e antibalística”.

Ao lado de militares, segundo a revista Veja, Maduro bradou:

“Para fazer de nossos lares e povos lugares inexpugnáveis, inexpugnáveis pelo ar. Porque pela terra não se podem colocar porque aqui estão os soldados de Bolívar que fariam o império americano pagar caro por qualquer ousadia de tocar o sagrado solo da pátria venezuelana.”

Os exercícios, que envolvem civis e militares, foram convocadas por Maduro. Segundo ele, estes atos são os maiores da história do País, conforme noticiou a RENOVA.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS