Doutrinação em escolas do MST gera alerta de deputado

0
29

A publicação da reportagem “A Polêmica dos Sem Terrinha”, no Programa Domingo Espetacular, da TV Record, causou intensa repercussão.

O deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS) enviou na terça-feira (12) um ofício ao ministro da Educação, Ricardo Vélez, sugerindo uma “fiscalização rigorosa” no currículo das escolas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

“O objetivo é investigar as denúncias de doutrinação ideológica e a possível responsabilização criminal dos pais desses alunos”, diz o texto, ao qual O Antagonista teve acesso.

“É sabido que as estruturas educacionais não possuem a chancela das autoridades educacionais, tampouco seguem a grade curricular chancelada pelo MEC, portanto, não podem ser consideradas ‘escolas’”, acrescentou o parlamentar.

A atitude tomada pelo deputado aconteceu pouco tempo depois da transmissão da reportagem da TV Record. Em nota, o MST disse que o objetivo da emissora era manipular a opinião pública e fortalecer o processo de criminalização de organizações populares.

“Em um país, em que o número de analfabetos supera a marca de 11 milhões de pessoas e que 1 a cada 5 crianças está fora da escola, nos surpreende que um Encontro Nacional de Crianças Sem Terrinha, onde foi discutido temas como os direitos das crianças e a produção de alimentação saudável, seja classificado como doutrinário”, protestou a organização de extrema-esquerda.

Confira a reportagem completa transmitida pelo programa Domingo Espetacular, da TV Record, logo abaixo:

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS