EUA estimulam militares a romper com ditador Nicolás Maduro

0
15

O assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, segue estimulando militares venezuelanos a abandonar o chavismo.

John Bolton ofereceu nesta quarta-feira (6) a suspensão das sanções impostas aos generais e demais militares de alta patente que rompam com o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro.

“Os EUA considerarão suspender as sanções de qualquer oficial militar venezuelano de alta patente que defenda a democracia e reconheça o presidente Juan Guaidó”, disse Bolton no Twitter.

“Se não, o círculo financeiro internacional fechará sobre eles completamente. Tomem a decisão correta”, completou o assessor, registra o Estadão.

O governo dos Estados Unidos está há mais de uma semana pedindo que os militares venezuelanos rompam com Maduro e apoiem o presidente interino Juan Guaidó.

A Casa Branca considera o movimento como crucial para que a transição democrática ocorra na Venezuela.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS