Jovem que se uniu ao Estado Islâmico perde nacionalidade britânica

0
0

Shamima Begum, de 19 anos, natural de Londres, viajou para Síria, em 2015, para aderir ao grupo terrorista Estado Islâmico, ao lado de duas adolescentes que frequentavam a mesma escola que ela.

O governo da Inglaterra informou à família de Shamima Begum que vai retirar a nacionalidade britânica da jovem que viajou para viver ao lado de terroristas na Síria.

Anos após abandonar tudo para se unir ao grupo Estado Islâmico, a jovem Shamima queria voltar ao Reino Unido, mas não teve uma boa notícia.

“Estamos examinando todas as vias legais para questionar esta decisão”, afirmou o advogado da jovem, segundo o jornal Estadão.

O Ministério do Interior enviou uma carta à mãe de Shamima para informar-lhe sobre a decisão do ministro do Interior, Sajid Javid, de retirar sua nacionalidade britânica. O texto ressalta também a possibilidade de apelar.

No Reino Unido, o ministro do Interior tem o poder de retirar a nacionalidade de um cidadão britânico se considerar que a decisão é do “interesse geral”, e com a condição de que não o torne apátrida.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS