Juan Guaidó diz que vai retornar à Venezuela

0
31

“Meu dever é estar em Caracas apesar dos riscos”, diz o líder opositor.

O presidente interino Juan Guaidó assegurou que retornará à Venezuela apesar do risco de ser preso por desrespeitar uma ordem judicial chavista que o impedia de deixar o país.

Reconhecido por cerca de 50 países como presidente em exercício venezuelano, Guaidó afirmou durante entrevista difundida nesta terça-feira (26):

“Um preso não serve para ninguém, um presidente exilado tampouco. Estamos em uma zona inédita. E minha função e meu dever é estar em Caracas apesar dos riscos, apesar das implicações.”

Guaidó chegou à Colômbia na última sexta-feira para coordenar a entrega de ajuda humanitária por a fronteira com a Venezuela. A tentativa frustrada terminou em confrontos com as tropas leais ao ditador Nicolás Maduro.

O líder opositor também participou em Bogotá da reunião do Grupo de Lima, que se comprometeu a apertar o cerco contra Maduro, mas sem recorrer à força, informa a ISTOÉ.

Ainda de acordo com a revista, Guaidó insistiu que voltará nesta semana a Caracas para exercer suas funções.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS