Maduro ataca Trump e denuncia tentativa de invasão dos EUA

0
13

Questionado se achava Trump um supremacista branco, Maduro respondeu afirmativamente: “Pública e abertamente, sim. Eles nos odeiam.”

Em entrevista ao jornal britânico BBC, o ditador Nicolás Maduro reafirmou que não permitirá a entrada de ajuda humanitária na Venezuela nem vê sentido em antecipar as eleições presidenciais.

Além de ignorar os pedidos da comunidade internacional, Maduro também voltou a acusar o presidente americano, Donald Trump, de tentar invadir a Venezuela e o chamou de “supremacista branco”.

Maduro declarou:

“A Venezuela tem capacidade de suprir as necessidades de seu próprio povo. A ajuda humanitária é parte de um truque. É por isso que, com toda dignidade, dizemos que não queremos migalhas nem sobras.”

O líder chavista também culpou as sanções impostas pelos Estados Unidos à Venezuela pelo colapso econômico e social do outrora país mais rico da América do Sul.

“É uma guerra da extrema direita e da Ku Klux Klan para dominar a Venezuela”, acrescentou Maduro, de acordo com o Estadão.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS