Ministro de Israel pede para judeus deixarem a França

0
0

A profanação de mais um cemitério judeu na França gerou uma forte reação de políticos israelenses.

O ministro israelense da Imigração, Yoav Gallant, afirmou nesta terça-feira (19) que os judeus da França devem emigrar para seu país.

A contundente declaração do ministro foi uma resposta ao vandalismo praticado contra um cemitério judeu na vila de Quatzenheim, localizada na região francesa da Alsácia.

Cerca de 80 túmulos no total foram profanados com grafites antissemitas e símbolos da suástica, de acordo com um comunicado feito pelo gabinete regional de segurança.

“Condeno vigorosamente o antissemitismo na França e digo aos judeus, voltem para casa, imigrem para Israel”, escreveu Gallant em seu perfil no Twitter.

O antissemitismo na França segue em elevação — 74% de aumento no ano passado — após deixar suas fronteiras abertas para entrada de milhares de imigrantes ilegais do Oriente Médio, como noticiou a RENOVA.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS