PT quer derrubar decreto da posse de armas

0
1

Partido dos Trabalhadores (PT) apresentou um projeto no Senado Federal para sustar o decreto do presidente Jair Bolsonaro que facilita a posse de armas de fogo.

A tentativa de reverter o decreto presidencial sobre posse de armas de fogo foi apresentado pelos senadores petistas Humberto Costa, Jean Paul Prates, Jaques Wagner, Paulo Paim, Paulo Rocha e Rogério Carvalho.

Um trecho da justificativa apresentada pelos senadores afirma:

“Não houve qualquer estudo de impacto da medida introduzida pelo decreto para o sistema de saúde pública. As causas de mortes violentas por armas de fogo têm sido uma preocupação constante da Organização Mundial de Saúde e de políticas de prevenção do Ministério da Saúde de quase todos os governos.”

E, utilizando estatísticas de “pesquisadores”, acrescenta:

“Pesquisadores apontam que o crescimento (15,4% de 2006 a 2016) de homicídios por armas de fogo não são ainda maiores em razão da política de desarmamento adotada antes do decreto ora hostilizado.”

O vice-líder do PT na Casa, senador Rogério Carvalho (SE), disse que o partido vai cobrar a votação da iniciativa.

Já o líder do PSL, senador Major Olimpio (SP), não acredita na derrubada do decreto por considerar que a medida tem respaldo da população.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS