Roger Waters sai em defesa da sanguinária ditadura de Maduro

0
19

O cantor Roger Waters, ex-Pink Floyd, vem manchando sua história na música mundial por causa de seus posicionamentos extremistas no quesito política.

Após ser duramente vaiado durante sua passagem pelo Brasil, o cantor Roger Waters parece não ter aprendido a lição e continua tentando interferir na política interna de outros países.

Acontece que, desta vez, o ex-membro da renomada banda de rock Pink Floyd decidiu deixar de lado qualquer pudor e saiu em defesa do sanguinário ditador da Venezuela.

Em mensagem publicada na noite deste domingo (3) no Twitter, Waters compartilhou uma imagem pedindo que os “Estados Unidos parassem com o golpe na Venezuela”.

Em caixa alta, Waters exclamou para que a população da Venezuela fosse deixada em paz. Segundo ele, a ditadura de Nicolás Maduro é uma “democracia”.

No momento de criação desta matéria, o tuíte de Waters já conta com mais de 4 mil respostas, a maioria criticando as palavras do músico. Confira:

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS