Sérgio Moro diz que policial não pode ser tratado como homicida

0
9

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, comentou sobre o novo projeto de Lei Anticrime nesta quarta-feira (6) após reunião com parlamentares na Câmara dos Deputados.

Sérgio Moro afirmou nesta quarta-feira (6) que “ninguém” deseja a morte de criminosos, mas, se houver algum incidente, os policiais não podem ser tratados como homicidas.

O ministro da Justiça afirmou:

“Ninguém deseja a morte de criminoso, o criminoso tem que responder segundo a lei. Mas, se um incidente infeliz acontecer, o policial não pode ser tratado como homicida.”

Assim como na terça-feira (5), Moro rebateu a narrativa utilizada pela esquerda de que o projeto prevê “licença para matar”. Segundo ele, se alguém avalia dessa forma, “está fazendo uma leitura absolutamente equivocada que não é consistente” com o texto apresentado.

Ainda na entrevista, Moro afirmou que as pessoas não são robôs e, por isso, “eventualmente” podem reagir sob “violenta emoção”, informa o G1.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS