Bolsonaro vai trabalhar com Trump para libertar a Venezuela

0
0

Bolsonaro citou a “capacidade econômica e bélica” dos EUA para resolver questões como a da Venezuela.

Em seu primeiro discurso público nos Estados Unidos, o presidente da República, Jair Bolsonaro, falou por dez minutos de improviso e em português durante o evento Brazil Day, em Washington, nesta segunda-feira (18).

Sobre a questão da Venezuela, Bolsonaro afirmou:

“Temos alguns assuntos que estamos trabalhando em conjunto, reconhecendo obviamente a capacidade econômica, bélica, entre outros, dos Estados Unidos.”

E, segundo O Globo, acrescentou:

“Temos que resolver a questão da nossa Venezuela. A Venezuela não pode continuar do jeito que se encontra. Aquele povo tem que ser libertado. E contamos com apoio norte-americano para que esse objetivo seja alcançado. Juntos podemos fazer muito.”

Após a declaração de Bolsonaro, o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, negou que Brasil vai apoiar uma intervenção militar na Venezuela.

Segundo ele, o governo brasileiro seguirá buscando uma solução diplomática e disse que uma ação no país vizinho fere a Carta Magna brasileira.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS