Facebook aparelhou ONGs para fazer lobby pró-Marco Civil

0
0

De forma anônima, o Facebook fez lobby a favor da aprovação do Marco Civil da Internet no Brasil através de uma ação conjunta da empresa com ONGs e acadêmicos.

A rede social Facebook mirou políticos do mundo todo para influenciar projetos de seu interesse, principalmente em legislações de privacidade de dados.

Enviado ao Congresso Nacional em 2011 pelo Executivo, o projeto do Marco Civil foi aprovado pela Câmara dos Deputados em 25 de março de 2014 e votado no Senado em 22 de abril do mesmo ano. A presidente petista Dilma Rousseff sancionou o Marco Civil no dia seguinte.

Um dos pilares do projeto foi a regulação da neutralidade de rede. Isso mexeu principalmente com os interesses das operadoras de telefonia e sites de conteúdo –e favoreceu empresas como o Facebook.

site Poder360 analisou dados do Facebook divulgados por jornalistas investigativos relacionados ao Brasil.

Abaixo você encontra o que diz o documento do Facebook a respeito de uma das ações reservadas da empresa no Brasil:

“Continuamos a promover avanços nessa importante legislação no Brasil. Nesta semana, trabalhamos com acadêmicos e ONGs para desenvolver uma carta, que será enviada aos opositores do projeto de lei e aqueles indecisos sob pressão da Motion Picture Association e de companhias de telecomunicações. Foram destacados os benefícios da legislação e o incentivo para o Congresso avançar no projeto de lei. A carta não foi assinada por empresas. Dada a influência de acadêmicos e ONGs no Brasil, esperamos que ajude a impulsionar substancialmente nossos esforços para levar adiante essa legislação.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS