Luciano Hang afirma ter escapado de atentado em Brusque

0
3

Em transmissão ao vivo no Facebook, nesta quarta-feira (6), o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, relatou que por pouco não foi vítima de um “atentado terrorista”.

“Por sorte, eu não estava em Brusque, senão estaria de repente morto ou no hospital neste momento”, declarou Luciano Hang em live no Facebook.

De acordo com a denúncia do bilionário, funcionários afirmam que o autor do atentado entrou na loja matriz da Havan, em Brusque, em busca dele, que estava em viagem.

Segundo Hang, o indivíduo disse que estava lá para dar uma “lição” no empresário que seria “fascista”.

Como Luciano não estava, o autor esfaqueou a imagem do mesmo que fica na entrada da loja, dizendo que a vontade era de fazer o ato pessoalmente contra Luciano.

A equipe de segurança conseguiu capturar o responsável pela ação e realizou um boletim de ocorrência. A PM encaminhou o mesmo para a delegacia do município, segundo a OCP.

Maurício Della Justina, o homem acusado por Luciano Hang de tentar cometer um atentado terrorista contra ele, confirmou a ação, mas ressaltou que apenas atacou um boneco com o rosto de Hang, que fica em frente a todas as lojas da rede.

Maurício Della Justina após ter sido detido pela polícia – Divugalção/PM/ND

O autor também disse que não é um terrorista, mas que teve um momento de indignação contra uma atitude do dono das lojas Havan.

Confira o vídeo publicado por Hang em seu perfil oficial no Facebook:

Nesta quarta-feira (6), o nome de Luciano Hang foi incluída na prestigiada lista de bilionários da revista Forbescomo você viu na RENOVA.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS