Estadão agora pode reduzir alcance de publicações no Facebook

0
0
A man poses with a magnifier in front of a Facebook logo on display in this illustration taken in Sarajevo, Bosnia and Herzegovina, December 16, 2015. REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo GLOBAL BUSINESS WEEK AHEAD PACKAGE - SEARCH "BUSINESS WEEK AHEAD JULY 25" FOR ALL IMAGES - RTSJGEL

Estadão fechou uma parceria com o Facebook para “checar conteúdo falso”. O jornal agora tem o poder de reduzir o alcance de publicações na rede social.

Algumas semanas depois de publicar uma “lista negra” com dezenas de sites e influenciadores digitais, O Estado de S. Paulo foi premiado pelo Facebook com o poder de censurar o conteúdo que julgar ser falso.

“A partir desta terça-feira, 9, o Estadão Verifica passa a integrar o programa de verificação de fatos do Facebook no Brasil”, diz a primeira frase de matéria publicada pelo jornal na manhã de hoje.

“Os checadores de nossa equipe vão analisar diariamente conteúdo postado na plataforma que for denunciado como suspeito pelos próprios usuários da rede social. As publicações que marcarmos como falsas terão menos exposição e circulação reduzida. Todas as verificações ligadas ao projeto serão também publicadas em nosso blog”, acrescentou a publicação.

A partir de hoje, conteúdos marcados como falsos pelo Estadão têm exposição reduzida em até 80% no feed de notícias dos usuários da rede. Além disso, páginas que postam repetidamente conteúdo enganoso terão seu alcance diminuído de forma geral.

Em outras palavras, o jornal Estadão, que não teve nenhum receio antes de divulgar uma “lista negra” com perfis que não seguem a agenda politicamente correta, agora tem o poder de reduzir o alcance de seus concorrentes utilizando a desculpa de que o conteúdo é “falso”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS