EUA aprovam medicamento apelidado de ‘viagra feminino’

0
1

Mulheres com baixa libido agora podem contar com um medicamento ao estilo “viagra” para contornar o problema.

Na semana passada, a Food and Drug Administration (FDA) — agência americana para controle de medicamentos — aprovou uma injeção para melhorar o desejo sexual de mulheres na pré-menopausa ou que sofrem da síndrome do desejo sexual hipoativo (DSH).

Ao contrário das versões que já estavam disponíveis no mercado, a nova medicação não é de uso constante, podendo ser tomada apenas quando necessário.

As instruções indicam que o Vyleesi, nome comercial do bremelanotida, deve ser injetado na coxa ou no abdômen, 45 minutos antes da relação sexual.

Outra novidade é que a injeção pode ser utilizada mesmo se a mulher tiver ingerido álcool, informa a revista Veja.

Estima-se que 8% a 10% das mulheres tenham DSH – uma das disfunções sexuais que mais afetam a população feminina.

O problema tem alto impacto na autoestima e autoconfiança da mulher, além de interferir no relacionamento e abalar sua imagem corporal.

Por este motivo, a existência de um medicamento menos restritivo capaz de estimular a libido é extremamente importante para essas mulheres.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS